Obras que recebem ISBN

  • agendas com texto de grande predominância de texto e/ou texto e fotografias (muito mais texto/conteúdo do que espaço para anotações, que tem que ser ínfimo, ou seja, quase nenhum);

  • anais, seminários, encontros....(recebem ISBN para cada volume e recebem ISSN pelo titulo da série, que permanecerá o mesmo para todas as partes ou volumes da série. Quando um ISBN e um ISSN são atribuídos à mesma publicação, devem estar claramente identificado);

  • artigos de uma publicação em série específica (não a publicação em série na sua totalidade): quando os artigos individuais forem separadamente disponibilizados por um editor, estes estarão qualificados como publicações e receberá um ISBN;

  • aulas e cursos em vídeo somente se forem educacionais e comercializados (enviar o material para análise da Agência);

  • capítulos individuais separados e disponibilizados pelo editor;

  • catálogos de exposição;

  • diário de bordo vinculado estritamente a projetos educacionais – ensino fundamental;

  • discursos;

  • guias;

  • livros em fita cassete, CD, DVD (áudio livros);

  • livros impressos;

  • mapas (especificando sua escala);

  • publicação infanto-juvenil (jogos e passatempos que contenham atividades educacionais) (é obrigatório o envio de tais publicações para análise da Agência);

  • publicações em braile;

  • publicações eletrônicas, na Internet ou em suportes físicos (fitas lidas por máquinas, disquetes ou em CD-ROM);

  • software educacional ou instrutivo;

  • relatórios (que são públicos);

  • cópias digitalizadas de publicações impressas;

  • cadernos, diários, álbum de bebê, livro de bebê...