Edital 2016/17

Mineiros e Baianeiros

Mineiros e Baianeiros

O autor da obra “Mineiros e Baianeiros” o professor João Batista, realizou trabalho etnográfico nas cidades de Matias Cardoso e Mariana, as mais antigas do território mineiro.

“Geopoliticamente, o Norte de Minas é parte de Minas Gerais. Mas, do ponto de vista da história, a identidade e mitologia da região não são narradas nos fatos do passado que dizem da história mineira dada à primazia à formação histórica, econômica e cultural centrada na mineração. Do ponto de vista da identidade, quando um norte-mineiro em contato com os mineiros que deveriam reconhecê-lo como tal, é colocado na Bahia, como baiano, baianeiro ou “baiano cansado”. E do ponto de vista da mitologia da mineiridade, o norte mineiro dela não faz parte”, relata o autor.

O pesquisador salienta, que a partir de uma conjunto de dados coletados (historiográficos, literários e etnográficos), concluiu que, em Minas Gerais “a hierarquização das diferenças culturais e de identidade, entre baianeiros e mineiros, organiza-se em uma dinâmica que valoriza a formação histórica, econômica e cultural aurífera e, ao mesmo tempo, exclui a formação histórica, econômica e cultural pastoril”.

Para compreender esse duplo movimento ideológico, ressalta, ele recorreu a duas teorizações do fenômeno da hierarquia. “Por um lado, a abordagem do englobamento do contrário que é realizado pela geopolítica e, por outro, a perspectiva da exclusão baseada nas relações de poder simbólico, no âmbito da configuração social, dada a ausência do Norte de Minas na história, ideologia e mitologia da mineiridade”.

Date

21 dezembro 2017

Categories

Livros, Edital 2016/17