Publicações

O Segredo Profissional do Médico

O Segredo Profissional do Médico

 

Confiança e confidência. Dois vocábulos de som parecido, etimologicamente distintos e, por sua vez, inseparáveis na boa prática da medicina.

Tem confiança quem supõe que faz ou irá fazer algo necessário para sua tranquilidade. Faz uma confidência quem comunica algo a alguém reservadamente, em segredo.

Na relação médico-enfermo, a confiança, a tranquilizadora sensação de que está fazendo tudo o que se deve fazer, é absolutamente imprescindível para que, na conclusão da mesma, não exista nenhum tipo de recriminação.

Também a sabedoria proverbial do povo enfatiza a necessidade de fazer confidências para alcançar determinados fins: “Ao médico, confessor e advogado, não enganes”.

E por isso sabe o paciente que, quando fala como médico é necessário expor ao seu conhecimento um grande número de aspectos pessoais e circunstâncias privadas que, em ocasiões, podem pertencer à mais estrita intimidade. O faz confiadamente porque também sabe que tudo o que, confidencialmente, descobriu para quem tem por missão ajudar-lhe, não vai ser divulgado.

Date

24 agosto 2016

Categories

Livros