Livros

Em busca da religiosidade sertaneja

Em busca da religiosidade sertaneja

Este livro analisa a atuação da Igreja Católica Apostólica Romana na região de Montes Claros na última década do século XIX e nas três primeiras décadas do século XX, após a laicização do Estado Brasileiro.

Para tanto, abordamos a implantação do catolicismo no Brasil; a formação da religiosidade popular; a força das devoções patrocinadas pelas irmandades leigas, principalmente, as dos negros e a atuação dos missionários estrangeiros quais foram investidos sob a responsabilidade de auxiliar o clero nacional no processo de romanização da Igreja no Brasil. A união entre Igreja e Estado, estabelecida pelo Padroado, havia afastado a Igreja brasileira dos princípios emanados por Roma e permitido o estabelecimento de práticas conflitantes com os dogmas e os rituais católicos. A separação entre os dois poderes, apesar de quebrar a exclusividade detida pela Igreja durante o período colonial e, apenas formalmente perdida após a liberdade de culto estabelecida pela Constituição Imperial qual mantinha a união entre os dois poderes, abre, por outro lado, a possibilidade de aproximar a Igreja brasileira dos dogmas romanos e o exercício de uma autonomia que podia significar sua redenção. As práticas religiosas populares, principalmente as devoções aos santos, foram objeto de preocupação da Igreja, pois, nessa fase, a mesma procurava corrigir os desvios introduzidos nas práticas dos fiéis. Os missionários estrangeiros e os padres seculares foram encarregados de conduzir o processo de romanização da Igreja no Brasil. Para isso, se encarregaram da introdução de novas práticas e devoções religiosas quais deveriam desestimular as antigas, que, porém, passaram a ser vistas como desviantes. No decorrer deste livro, utilizamos, além de uma literatura especializada em História Social e Cultural, escritos e relatos deixados por viajantes em textos memorialísticos, além de relatos dos missionários europeus sob a região de Montes Claros. Estas discussões permitiram identificar aspectos do cotidiano sertanejo – religioso e cultural – particularmente, no que se refere às resistências geradas em relação à imposição de valores desvinculados da tradição e da cultura local.

Date

27 julho 2016

Categories

Livros